Um ou dois?

O QUE É MELHOR? ADOTAR DE CARA UM OU DOIS GATINHOS?

A maioria das pessoas têm medo de adotar dois gatinhos de uma vez. Medo de não dar conta do recado, de ter muita despesa, de ter muita bagunça em casa, medo de tudo!

Fica na cabeça: mas e se não der certo?

Então, elas adotam um gatinho só. Curioso que, passado algum tempo, elas voltam a nos procurar para adotar uma companhia para o primeiro gatinho.

É melhor adotar dois gatinhos de uma vez? Sim! E não é papo de "vendedor", nós explicamos o porquê:

  • os gatinhos vão brincar juntos, dormir juntos, dividir os potinhos e a caixinha de areia. Crescerão mais sociáveis e menos mimados, conseqüentemente, menos dependentes;
  • não estamos contando as vacinas e tratamento veterinário que eles possam vir a precisar, mas o gasto "básico" que você vai ter será só um pouquinho maior, com ração e areia. Potinhos e caixinha podem ser divididos;
  • você não correrá o risco de seu gatinho ficar deprimido ou sentir muito a sua falta quando você for trabalhar ou passar o fim de semana fora. Ele ficará bem e você poderá ficar despreocupado;
  • você não terá problema com adaptação no futuro, já que os gatinhos chegarão juntos;
  • gatos que se sentem muito sozinhos podem ficar doentes (depressão) ou tentar adquirir manias para chamar a sua atenção: fazer xixi em lugar errado, afiar as unhas no seu objeto, etc..

Lembramos que não são todos os gatinhos que precisam de companhia. Há gatos que vivem bem sozinhos, que se adaptam super bem. Comparados aos cachorros eles são sim mil vezes mais independentes. Mas não há uma regra. Cada gatinho tem um temperamento diferente, um comportamento diferente, não dá para generalizar.

Só sabemos de uma coisa: dois gatinhos (pelo menos) é uma fórmula sem erro.